Logo Novo Jornalismo

Google Analytics & Webmaster Tools como ferramentas de trabalho para jornalistas digitais

 

Olá! Seja bem-vindo ao projeto Novo Jornalismo!

 

Tenho conversado muito com jornalistas que produzem conteúdo para a web e a grande maioria deles ainda não utiliza as ferramentas Google Analytics e Google Webmaster Tools para medir os resultados de seu trabalho na internet. Por isso resolvi elaborar este post.

Neste artigo irei demonstrar como utilizá-las em benefício de uma compreensão aprofundada do desempenho de seu conteúdo publicado na internet, ou seja, de como sua audiência consome e se relaciona com as suas matérias. Entre as funcionalidades de análise destas ferramentas, podemos destacar:


 

  • Mensuração de dados quantitativos da audiência do seu site ou blog, como número de acessos e visitantes únicos;
  •  

  • Mensuração de dados qualitativos da audiência do seu site ou blog, como número de acessos por página/posts e tempo de permanência do internauta;
  •  

  • Identificação de origem de visitas por canais e mídias (quais são os veículos e redes sociais que mais geram visitas ao seu site ou blog);
  •  

  • Identificação de origem de visitas por geolocalização;
  •  

  • Análise de performance em dispositivos móveis (tablets e smartphones);
  •  

  • Identificação de como seus artigos são encontrados na busca orgânica (não paga) do Google, por intermédio de pesquisas de palavras-chave relacionadas ao seu conteúdo.

 

Neste artigo você irá aprender ou aprimorar seus conhecimentos sobre o Google Analytics e o Google Webmaster Tools. Boa leitura! 🙂

 
Google Analytics e Webmaster Tools como ferramentas de trabalho para jornalistas digitais
 

Uma das principais vantagens da comunicação digital em relação à comunicação “tradicional” é o maior poder de mensuração de resultados.

 

Vamos imaginar que você escreveu um artigo para um jornal impresso ou uma revista. Você saberá quantos exemplares foram vendidos. Mas quantas pessoas que compraram o veículo realmente leram sua matéria?

Na televisão e no rádio acontece algo semelhante. Pelo nível da audiência você saberá quantos aparelhos de TV ou de rádio estavam sintonizados na emissora durante o programa em que você fez uma matéria. Mas, quantas pessoas efetivamente assimilaram o conteúdo que você transmitiu? Será que elas não estavam navegando na internet com a TV ou o rádio ligados, ou conversando ao telefone, e não prestaram atenção na sua matéria?

Google Analytics

 

Com ferramentas de mensuração de resultados na internet, como o Google Analytics, por exemplo, é possível analisar todo o comportamento do internauta em seu site ou blog. Ou até mesmo no portal de notícias para o qual você escreve e no veículo digital de seu cliente.

Vamos conferir as principais métricas de análise do Google Analytics:

Visão geral

 

Na visão geral do Google Analytics, é possível verificar os dados básicos de tráfego do seu site ou blog.

 
Google Analytics - visão geral

Como interpretar os dados da visão geral do Google Analytics:

 

  • Sessões: Quantidade de acessos ao site no período selecionado;
  •  

  • Usuários: Quantidade de pessoas que visitaram o site;
  •  

  • Visualizações de página: Quantidade de páginas visitadas;
  •  

  • Páginas/sessão: Média de páginas visitadas por sessão;
  •  

  • Duração média da sessão: Tempo médio de navegação dos internautas pelo site;
  •  

  • Taxa de rejeição: Porcentagem de internautas que entram e saem do site sem interagir ou visitar mais de uma página;
  •  

  • Porcentagem de novas sessões: Taxa percentual de internautas que acessaram o site pela primeira vez.

Visitas:

 

A maneira de não se confundir com os dados de sessões, usuários e visualizações é pensar da seguinte maneira: se um internauta entrou no seu site 3 vezes durante um mês e navegou em média por 3 páginas/sessão, você tem o seguinte cenário:

Sessões: 3; Usuários: 1; Visualizações de página: 9; Páginas/sessão: 3.

Desta maneira fica fácil a compreensão, não acha? 😉

O mito da taxa de rejeição

 

Alta taxa de rejeição nem sempre significa que o internauta rejeitou seu conteúdo. Este dado precisa sempre ser analisado em conjunto com o tempo de permanência na página em questão.

Por exemplo, se você tem uma alta taxa de rejeição em determinada página de um artigo no seu site ou blog, mas o tempo de permanência nesta mesma página é alto, isso significa que os internautas não visitaram outras páginas de seu site após esta leitura, mas seu artigo foi lido e assimilado pelos internautas. Se os votos sociais (compartilhamentos no Facebook, retweet, +1 etc.) foram altos, melhor ainda. Seu conteúdo não foi rejeitado, pelo contrário. 😉

Vamos ver um exemplo real?

A imagem abaixo representa a página de um artigo que teve 92,36% de taxa de rejeição. Mas os internautas permaneceram em média quase cinco minutos na página, ou seja, o conteúdo foi lido.

 
Google Analytics - análise de página
 

E, dos 3.615 internautas que acessaram o conteúdo, 3.450 compartilharam o post no Facebook. Ou seja, não só o conteúdo foi lido, como as pessoas gostaram da matéria. 🙂

Votos Sociais - compartilhamento no Facebook

Número de acessos por página/posts

 

Você reparou que o print acima foi referente aos dados de uma página específica. Para analisar as métricas de visitação e performance de determinado artigo que você escreveu, basta selecionar os campos Comportamento –> Conteúdo do site –> Todas as páginas, no índice do Google Analytics, que você terá acesso a essas informações específicas.

 
Google Analytics - conteúdo do site

Para verificar os dados isolados de cada página, basta clicar na URL da página que você quer analisar.

Quais são os veículos e redes sociais que mais geram visitas ao seu site

 

Outra informação muito importante de ser analisada é quais são os sites que mais geram visitas ao seu site.

 

Dados gerais do site

 

Para verificar os dados macro, basta selecionar os campos Aquisição –> Todo o tráfego, no índice do Google Analytics, que você terá acesso a essas informações específicas.

 
Google Analytics - todo o tráfego
 

Dados por páginas

 

Já para verificar as origens de visitas de determinada página, basta selecionar a URL do artigo que você pretende analisar, no caminho que vimos acima, Comportamento –> Conteúdo do site –> Todas as páginas, clicar em Dimensão secundária –> Aquisição –> Origem/mídia.

 
Google Analytics - origem/mídia por página

Identificação de origem de visitas por geolocalização

 

Em todo projeto de comunicação é fundamental entendermos nosso público-alvo e identificar se estamos conseguindo alcançá-lo e nos comunicar da maneira ideal com ele. Para analisar a origem de visitas por geolocalização de seu site ou blog, basta clicar em Público-alvo –> Geográfico –> Localização no índice do Google Analytics.

 
Google Analytics - origem/mídia por página

Para analisar os dados de estados de países específicos, basta clicar no país desejado.

Análise de performance em dispositivos móveis (tablets e smartphones)

 

Em muitos dos meus projetos, mais de 50% do tráfego já é proveniente de dispositivos móveis, e a tendência é que esse número cresça cada vez mais, independentemente do nicho de atuação de seu site ou blog.

É fundamental, além de você pensar em seus projetos de forma responsiva, com layout adaptável para abertura em tablets e smartphones, que você entenda como é o comportamento de navegação dos internautas que acessam seu veículo via internet mobile.

Para analisar a origem de visitas por dispositivos móveis de seu site ou blog, basta clicar em Público-alvo –> Celular –> Dispositivos no índice do Google Analytics.

 
Google Analytics - dispositivos móveis

Se você quiser testar como seu site ou blog abre em dispositivos móveis, recomendo o site MobileTest.me.

Dá pra fazer umas simulações super legais!
 
MobileTest.me

Está gostando do artigo até agora? Para você ficar sabendo em primeira mão dos novos posts e das novidades do projeto Novo Jornalismo, clique no botão abaixo e assine a newsletter.

 

No artigo Assessoria de Imprensa e Facebook Ads: Estratégias Integradas eu ofereço outras dicas de mensuração de resultados que enriquecem um trabalho de comunicação digital. Caso ainda não tenha lido, te convido a ler! 😉

 

Google Webmaster Tools

 

Você sabe como seu conteúdo é encontrado na internet?

 

Sempre é válido reforçar que todo jornalista e comunicólogo que produz conteúdo para a internet precisa entender como seu público-alvo se comporta, que mídias ele utiliza e, principalmente, se está se comunicando corretamente com sua audiência.

Como o Google é o mecanismo de busca mais acessado do Brasil, é fundamental entendermos como as pessoas pesquisam por nosso conteúdo, que palavras-chave elas utilizam para o Google oferecer os resultados relacionados ao nosso site ou blog.

A principal ferramenta para fazer esta análise é o Google Webmaster Tools. Entre inúmeras funcionalidades, ele oferece um diagnóstico de quais palavras-chave estão indexadas na busca orgânica (não paga) do Google, incluindo os seguintes dados:

 

  • Consulta: Quais palavras-chave foram pesquisadas pelos internautas que tiveram nosso site ou blog como resultado de busca;
  •  

  • Impressões: Quantas vezes nosso site ou blog apareceu como resultado de determinada busca;
  •  

  • Cliques: Quantas vezes os internautas clicaram nos nossos resultados de busca;
  •  

  • CTR (Click-trough rate): É a porcentagem da taxa de cliques em relação às exibições de resultados;
  •  

  • Posição média: Média de posicionamento em que os resultados são exibidos aos internautas para determinada palavra-chave.

 

Para verificar essas informações, basta selecionar seu site ou blog no Google Webmaster Tools e clicar em Consultas de pesquisa.

 
Google Webmaster Tools
 
Google Webmaster Tools - consulta de pesquisas
 

Além das consultas, também é possível verificar a performance por páginas do site. Para isso, basta clicar no campo Páginas principais.

 
Google Webmaster Tools - páginas principais
 

Como instalar o Google Analytics e o Google Webmaster Tools em seu site ou blog

 

A instalação é muito simples. Basta você criar uma conta nas ferramentas e cadastrar seu site ou blog. Após esse cadastro, você vai receber um código de acompanhamento para instalação nas páginas que você pretende monitorar, a fim de confirmar a propriedade do veículo. Após esta confirmação, os dados começam a ser contabilizados.

Google Analytics: http://www.google.com/analytics/

Google Webmaster Tools: https://www.google.com/webmasters/tools/

ATUALIZAÇÃO: O Google mudou o nome do Webmaster Tools para Search Console.

 

Boa análise de dados!

 

Espero que você tenha gostado do artigo e que o conhecimento transmitido tenha sido útil para seus projetos de jornalismo e comunicação digital. Qualquer dúvida, fique à vontade para entrar em contato.

 

Se você chegou até o fim da leitura e curtiu o conteúdo, utilize os botões abaixo e compartilhe com seus amigos nas redes sociais! 😉

 

Um abraço e até a próxima, comunicólogos e jornalistas digitais! 😀

 

Comentários do Facebook

Deixe o seu comentário

novembro 29th, 2014

Posted In: jornalismo digital


close
Facebook IconTwitter IconVisite o perfil do google+Visite o perfil do google+
%d blogueiros gostam disto: